DIA COMUM – Folga num dia de semana.

Acordar cedo, com preguiça, muita preguiça, e mesmo sonolento sair para ver o sol nascer e ouvir o canto dos pássaros urbanos. Ver na rua crianças indo para escola, voltar no tempo e se ver com um gosto de saudade. Escolher sem pressa o que comprar na padaria e ao voltar distribuir “bons dias” aos conhecidos que caminham em nome da saúde e da boa forma.

Arrumar o quarto ouvindo música antiga, rever fotos, revirar o guarda roupa e jogar muita coisa fora. Quando der fome, comer, o que tiver, o que quiser, antes do almoço, pois depois, cochilar é certo. Ir a locadora, escolher aquele bom filme que nunca está disponível nos fins de semana. Fazer pipoca, com fartura, uma sessão exclusiva.

No fim da tarde, banho demorado, cantarolado. Uma roupa despojada e o perfume que ela gosta. Telefonar pra dizer: – Estou indo meu bem! Namorar. Deitar no colo, pegar no colo, sorrir, brincar, ficar feito bobo olhando para o tempo, sem querer ver o tempo passar.

Já quase no outro dia, voltar pra casa, caminhando, contando estrelas, lentamente, sorrindo, falando sozinho. Antes de deitar, agradecer a Deus e dormir com a certeza de que a felicidade reside nas coisas simples da vida. E o melhor, poder dizer que o dia valeu a pena. A vida vale a pena.

No som, Kelly Clarkson – A Moment Like This.

Anúncios

9 comentários sobre “DIA COMUM – Folga num dia de semana.

  1. uma dia de folga??
    ai que inveja boa, ando precisando de uma dia sozinha ou muito bem acompanhada…
    come pipoca, fazer nada é sempre bom…
    adorooo quando fico assim ao leu…

    bju gian

  2. Por essa, por outras e mais um bocado é que eu não aceito trabalhar, rs.
    Eu também gosto de ter saudade; não consigo gostar tanto do que ainda não me faz falta!

    Esteja bem. Sempre.

  3. lindo…
    quando se faz o que se gosta, se vive e bem.
    esses momentos são essenciais, são onde estão a alegria, a paz, a sinceridade, e paixão pela vida.

    que lindo o texto

    bjos

  4. Um dia feliz, eu diria.
    (=
    Tô precisando de um desses. E quem não está?

    Eu amo Cazuza. É tão maravilhoso!
    “E nem me importam que mil raios partam qualquer sentido vago de razão.”
    Ultimamente ando assim.
    (=

    Estou adorando seus comentários com trechos de músicas, Piter.

    Um beijo e um queijo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s