UNA LETTERA PER PENÉLOPE

Oi Pê!

Hoje fui ao cinema, sozinho. Sei que não vai estranhar, pois sabe que a telona é minha grande paixão.Tive que ficar na fila pra tentar vender o outro ingresso. Comprei dois, e só depois lembrei que estava desacompanhado. Não tive com quem dividir a pipoca, nem uma mão para segurar na outra poltrona. Perdi a conta das vezes que olhei para o lado. Ninguém censurou minhas risadas nem recostou em meu ombro. E claro, no corredor da saída, fique vendo os próximos lançamentos. Anotei pra vê-los.

Lembra da Lu, aquela loirinha gêmea que estudou com a gente? Te mandou lembranças. Ela agora trabalha no cinema aqui do Shopping. Não levei a máquina fotográfica desta vez, mas me arrependi muito! Por que mão me disse que seus quadros estavam expostos no Siciliano?

Comprei bala de goma na fila do ônibus, como sempre. E sem ter com quem comentar, o ônibus demorou a chegar. E como deve estar imaginando, dormi sim dentro do coletivo, e só não passei do ponto porque algum conhecido me acordou. Cheguei em casa e preguei o ingresso no porta foto. Foi a primeira vez em cinco anos que o ingresso não estava em par. Não preciso dizer o quanto queria que estivesse comigo.

Obrigado pelo postal, Cosenza é mesmo muito bonita.

Um forte abraço prima.

Te amo e você me faz muita falta.

*Ps. O filme é ótimo!

Anúncios

9 comentários sobre “UNA LETTERA PER PENÉLOPE

  1. eu gosto de ir no cinema sozinha.. sempre vou..
    mas para quem tá acostumado a ir acompanhado, é estranho mesmo!
    feliz ano novo. bjs. e até mais!

  2. Concordo com a Juliana…
    De vez em quando é ruim não ter ninguém para comentar o filme na hora… mas eu não me privo de aumentar meu repertório pela falta de companhias… “bora pro cine”, eu e eu mesma… (sem a Irene) ;P

    Já assistiu “No Vale das Sombras?” – está em cartaz.

    Bjos ;**

  3. Oi meninas, claro que também não me privo de ir ao cinema sozinho. Agora que tenho minhas tardes livre, vou sempre que posso, mesmo que seja sozinho. E com a carteirinha da faculdade, nas quartas-feiras aqui no bairro, pago apenas R$ 2,50 para ver um filme.

    Vi “A Bussola de Ouro”, coisa de mundo de faz de contas, gosto muito, foi muito bom.

    E tu Beth ! Sumida! Bom te ver por aqui. Ainda não vi este “No vale das sombras” (não vi por aqui). Mas obrigado pela indicação. Pretendo ver “o amor em tempo de cólera”.

    Um abraço meninas.

  4. Oi Jan!!!! Que saudades, guri!
    Tô sumida por esses tempos porque tô estudando que nem uma maluca! Fiz prova de vestibular e por isso não mais postei no meu blog.
    Tô com uma saudade retada de seus textos, viu!
    Adorei a carta que postou… é lindinha demais!
    E aí… como andas? Seu blog tá novo de novo, né ?(e lindo como sempre!) Adorei!
    Poxa, tô com uma saudades desse ambiente de blog que, nossa…
    Vou voltar o mais rápido possível, viu!
    Acho que amanhã mesmo coloco um post novo.
    Como foi de natal?
    Um monte de cheiros pra vc, viu!
    Depois eu volto pra conversar melhor!
    bJ.

  5. Conhecidências.
    Fui ver “A Bússola de Ouro” hoje também.
    Gostei também.
    Só não fui sozinha.
    Espero que passe os outros dois aqui. É uma trilogia, não?

    Beijo.

  6. Ir ao cinema sozinha? Ih, nunca fui. Nem gostaria. Mas não me importaria de curtir meu home theater sozinha (q ainda n tenho, mas um dia quem sabe?) com um refri ou um suquinho, bolo ou biscoito, hhhhhhmmmm, delícia, vendo um bom filme, hahaha!!! Ainda assim, prefiro ter alguém por perto pra comentar o filme comigo, assistir as cenas extras, voltar pra assistir de novo algumas partes, conhecer expressões novas na língua inglesa, assistindo com legenda em inglês pelas segunda vez.

    Bjks!!!

  7. Olá! Obrigada pela visita, que ofereceu-me oportunidade de conhecer este espaço. O qual já me identifiquei em teus textos. Agradáveis e presentes.

    Feliz 2008!
    Beijos!

  8. Ai, ai, ai… espero não ter de reler lamentações como essa novamente, ainda mais vindo de ti. Jean, pare de se contentar com tão pouco. As coisas e pessoas são ótimas e nos fazem falta até serem superadas. Supere! E fique bem. Sempre.

  9. é até bom sentir essa falta, porque tudo pode ser melhor, depois!
    Gostei do texto/carta…
    beijos
    feliz final de ano pra ti!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s