PAURA DI AMARE

Amiga

Por que foges do amor quando este de bom grado visita tua morada? Vives a dizer que não é o exato instante de enveredar-te por tal sentimento. Sabes dizer-me quando é? Que sábio e agraciado ser seria provido de tal certeza?

Tenho a vaga impressão de que te refugias nesta alcova receosa de padecer novamente como nos dias turvos de teu passado recente. Representa ao mundo ao teu redor a figura firme de uma ditosa mulher, prudente e livre. Para quê?

Pergunte a ti mesma por onde anda aquela menina que se deleitava com canções melancólicas, e que com espantosa facilidade, marejava os olhos pela saudade contida. Foi ela quem te ensinou o que sabes sobre o amor. E agora tu finges esquecer, não querer… Murmura, rejeita encantos e pragueja os dias. Assim, vives consternada a contar as horas com visgos de depressão.

Não te esquive mais. Um dia no paraíso vale uma vida inteira de tormentas.

Tão breve terás um novo convite para embarcar em uma bela viagem. Que tu não sejas a pessoa que fica a acenar em despedida. Vá, sem planos, sem rumo… Não que precises ser incauta e inconseqüente. Apenas desfrute para que um dia possas sorrir com um misto de satisfação e nostalgia deste momento.

Poderás descer em qualquer estação e buscar outro destino quando quiser. Mas, se possível, vá até o fim e verás um lugar onde nunca foi antes. Não te esqueças que os romances que não se alternam em tragédias e comédias são insossos e não se tornam belas histórias. Só ama profundamente quem ama a imperfeição.

Pense e escolha. Poderás sofrer por um amor ou pela ausência dele.

Anúncios

6 comentários sobre “PAURA DI AMARE

  1. Oh meu amigo, mais uma vez muito obrigada pelos conselhos…
    Sabado terminei com o Daniel, e descobri que gosto dele…otimo né…vou correr atras. Vou dizer o que sinto, e dessa vez sem medo…prefiro ficar soznha sofrendo por ele do que sofrer por ele nao saber o quanto o quero!!!

  2. Por amor, sempre.
    Sabes que, certa vez li um pensamento assim: “Diante da dúvida, confia: mais vale errar por amor do que por desconfiança”. É mais ou menos isso que creio. Diante das dificuldades, confia. Mais vale -sempre- errar por amor.
    Beijocas
    Adoro-te!
    Feliz Páscoa!!!

  3. Não sei se “um dia no paraíso vale uma vida inteira de tormentas”, mas que não adianta viver temendo o futuro, de que o amor agora sentido vai trazer sofrimento há alguns anos, isso eu sei…

    Xerus
    =***

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s