DESCASOS

Parece loucura. Eu… Desejei tanto viver a seu lado. Eu queria uma família. Perdi a conta das vezes que fui atrás de você e de quantas vezes, sem o menor receio, eu me declarei. Fiz tantos planos para gente. Queria ter te levado à praia, ao shopping, ao cinema, ao parque, a casa dos meus pais… Mas pra você, não tinha nada a ver.

Eu era o primeiro a te ligar no seu aniversário. Te enviava flores na páscoa, e chocolates quase toda semana. Quantas cartas te escrevi? Eu ensaiei aquela música do Legião pra cantar pra você naquela festa, que você não foi, e me deixou esperando. Eu esperei, mas você também não ligou no Natal, não me agradeceu pelo cartão, nem apareceu no ano novo.

Naqueles dias, eu fugi pra te esquecer. Fui pro norte, aprendi a beber Campari com limão e gelo, a passar noites em claro e a dormir pouco pela manhã. Eu dormi com alguém que não me lembro o nome e que jamais soube que aquela foi minha primeira vez. Passei a ler jornais e revistas da Marvel. Por lá fiquei um ano inteiro. Não me lembro de você ter me ligado.

Voltei pra casa como se nunca tivesse saído, Te encontrei pelas ruas. Você não me deu a menor atenção e certamente nem sentiu minha falta naqueles dias. Tirei suas fotos do meu quarto e mais uma vez parti.

Fui então para o leste. Aprendi a jogar xadrez e andar de patins. Me viciei em balas de goma. Me apaixonei três vezes em três meses e não parei mais de ouvir Nirvana e Guns N’Roses. Três outonos depois, atendi ao coração e fui para o sul.

Fui pra muito longe de casa, mas me sentia seguro e amado. Ela me ensinou o francês. Fiz teatro, trabalhei em um circo. Passei a apreciar óperas, a beber vinho seco e a comer quibe cru. Estudei espanhol, contabilidade, recursos humanos e aprendi a cozinhar. Fraquejei e te mandei um postal, que não teve resposta. E naqueles quase cinco anos, quase me casei, quase tive um filho e quase vim embora. Mas eu quis ficar. Até que ela se foi…

Assim, eu voltei pra casa mais uma vez, em um inverno, e já não pensava em você. Meus primeiros cabelos brancos apareceram. Me senti mais jovem e mais bonito. Troquei meu guarda-roupa, peguei meu diploma. Aprendi a fazer pizza. Comprei um carro novo, construí minha própria casa e encontrei um grande amor. Acredite, ela sempre esteve aqui. De lá pra cá, nunca mais chorei.

Então… Não é justo. Não é justo você aparecer agora, e me tratar como se eu estivesse esperando por você. Temos mais de 30, nosso tempo passou… Por favor, vá embora. Mas não chore, e saiba que… Eu teria te amado.
__________________________________________________________

Na cabeça: Prova de inglês!
No copo: Rum Montilla, e gelo…
No som: Finger Eleven – Slow chemical

Anúncios

28 comentários sobre “DESCASOS

  1. Eu admiro quem sabe escrever… admiro ainda mais quem consegue me prender em uma leitura… e, simplesmente fantástico!!

    Beijos grandes, querido!

  2. lindo o texto.

    e enquanto eu lia, não sei porquê, lembrei de: “eu que não fumo queria um cigarro, eu que não amo você, envelheci dez anos ou mais, neste último mês. Eu que não bebo, pedi um conhaque pra enfrentar o inverno que entra pela porta que você deixou aberta ao sair…” – Engenheiros do Hawaii.

  3. Belíssimo texto.
    É incrível o quando ansiamos que o telefone toque, que a porta abra, que as cartas cheguem…
    Engraçado como o tempo é longo pra quem espera. Os dias passam lentos e as horas, vagas.
    Beijocas ;*

    Ps: A propósito, estou a adicionar-te ao msn.

  4. Olá!

    Sabe que posso dizer com certeza que este é o melhor texto seu que já li!
    Que inspiração …e se tudo o que vc diz aqui for verdade, que história, dá um romance e um romance com um diferencial, o seu é mais sincero é mais cheio de sentimentos e mesmo não tendo um final tão feliz, ainda assim é lindo por ser real, e o final de certa foi forma foi até que feliz pra vc…..
    A vida é sempre cheia de desencontros…
    Parabéns de verdade pelo brilhantíssimo texto….é sem duvida o melhor de todos que já postou!

    Bjusssss

  5. Nossa, essas palavras me emocionaram.
    Quantas coisas poderiam ser vividas e são preteridas em prol de outras que nem são tão significativas assim…
    Resultado: reflexões!

  6. Obrigado meninas pelas visitas.

    Obrigado Kami, mas saiba que nem de longe esta é minha história. É só imaginação….

    beijos a vocês.

  7. Se o gênero do protagonista fosse o feminino, e se ele não já tivesse mais de 30 anos, diria que estava a ler sobre eu mesma…

    É por posts como este que nunca vou deixar de passar por aqui!

    Xerus
    =***

  8. eu simplismente amei esse testo: O MELHOR!
    vou roubar ele pra mim, posso?
    sabe a vida da tantas voltas e sentimentos com o mesmo nome parece diferentes em cada etapa da nossa vida, tuda muda tão rápido e quando você percebe, ainda está tudo igual.

    beijos
    saudades

  9. ah…
    esse eh um amor platonico bem vivido, com todo o amargo e o doce que pode proporcionar…com toda a entrega e toda a lembranca perene…
    ah, como eu queria alguem pra cantar uma musica da legiao pra mim…“as vezes parecia que de tanto acreditar…mas percebo agora…“
    belo texto,
    sopros de luz!
    =***

  10. Nossa! Que lindo e concordo com a Kami! É o melhor! Lindo… vi a história toda passar na tela! Quase real!

    beijocas!!!

    PS: Obrigada pela força!!!

  11. Agora
    Logo agora
    Justo agora

    Eu ouvi você
    me dizer que sim
    mas era silêncio o que se ouvia
    quando dei por mim

    …como o tempo é relativo, como o coração é um bandido!

  12. Jan… adorei esse texto! É tão simples e é essa simplicidade que o deixa tão volátil nos sentidos dos leitores, fazendo com que eles compreendam, não só as lnhas, mas as entrelinhas. Sentir aquilo que está dentro. O não dito! E diz.
    Enfim, voltei!
    =D
    Um clássico Xêro!
    Inté!

  13. Vc estava muitooo inspirado, meu amigo!!!Lindo texto. Dá até para fazermos dele uma canção… mil bjos… Angel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s