WALL-E

Pra variar, o Vinicius tem toda razão. Não o de Morais, e sim este. A Renata também comentou. Wall-e é um filme grandioso! O melhor que vi este ano!

Com muita criatividade, o filme aborda problemas sociais como o da grande quantidade de lixo produzida diariamente, principalmente pelos tais descartáveis, a apatia política e os abusos da publicidade. Outros temas tratados são a inversão de valores, onde pessoas priorizam mais o contato com máquinas computadorizadas que mesmo com seres humanos e a necessidade de tocar alguém e também de ser tocado.

Isso sem falar no entretenimento demasiado, o excesso de praticidade e “conforto” que tem produzido ociosidade, e somado a péssimos hábitos alimentares (fast-food), tem causado obesidade. Em resumos, estamos em um suicídio coletivo. É de se pensar, e fazer algo, urgente.

“O homem é como um vírus: destrói sua fonte de vida, depois morre.”

Wall-e é meu mais novo herói!

… Falando nisso:
A turma do Depósito propôs que escrevêssemos algo sobre como imaginamos o mundo daqui a dez anos. Talvez eu escreva uma memória inventada de alguém que tem saudades dos dias de hoje. Pois, ao meu ver, em uma década à frente, o planeta vai ter lixo demais e comida de menos.

… Bem oportuno:
No som: Pearl Jam – Do the evolution

(i need a cup of coffee…)

Anúncios

11 comentários sobre “WALL-E

  1. Realmente “WALL-E” é um belíssimo filme, outra obra-prima da Pixar após o igualmente excelente “Ratatouille”. Ele também é meu mais novo herói, hehehe. Valeu pelo link 😉

  2. Olá!!!
    Wall-E é o maior barato!!!
    Assistia há duas semanas e saí do cinema com a certeza de que é totalmente possível passar um verdadeiro (e totalmente necessário!) sermão de forma simples, direta e bem humorada!!!
    A Pixar tem caminhado bem com as lições de bem viver, Ratatouille passou a mesma sensação com um herói não humano que nos ensina a saborear a vida!!!
    Bjo!

  3. O filme é lindo mesmo. E excelente pra gente pensar um pouco com o que andamos fazendo com o planeta! Vai faltar água, luz, comida e continuamos a desperdiçar! Deprimente! E legal que a Pixar tenha trazido isso pra um filme e de maneira tão leve.

    beijocas!

    PS: Combinação perfeita mesmo… queria que a alegria também me ensinasse a combinar!

  4. ED:

    Ah sim! Há este outro lado da história, assim como há muitos outros pontos de vista. E mesmo que pareça, ou seja, uma contradição, concordo com você e a Ieda. O filme critica o consumismo, mas claro, irá vender milhões de dólares em produtos licenciados.

    Quanto a obra, se tudo tivesse ficado na primeira parte, o filme “mudo”, e a história tivesse se desenrolado no romance entre Wall-e e Eve, talvez teria sido melhor. Mas, particularmente, gostei muito do lado da crítica ao nosso estilo de vida. Os problemas são reais, não dá para fingir que não existem. Mas, claro, não é um filme que vai mudar tudo isso.

  5. gostei, o homem é mesmo um virus, é o cancer do planeta, ele ta destruindo tudo, inclusive ele mesmo e seus sentimentos, esta cada vez + proximo de se tornar uma máquina
    beijos
    saudades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s