LA QUIETUD

Não sei ao certo que horas acordei. Ainda não eram sete, poís o rádio-relógio permanecia em silêncio. Não havia barulho na rua e ninguém conversava na cozinha. Eu não estava com sono, nem mesmo com preguiça, como me é de costume. Havia uma imensa calmaria ao meu redor, tão incomum, que me deixou intrigado. Eu olhava para o teto e não conseguia me lembrar do sonhei na noite anterior. O silêncio continuava. “Será que o mundo acabou?” De repente veio o som: Elvis Costello cantando My funny valentine. Sete em ponto, hora de levantar.

 

As janelas estavam abertas e as cortinas balançavam suavemente, como se dançassem um balé. Os ventos frios estavam de volta e com eles um agradável cheiro de poeira molhada. Notei que choveu por toda madrugada. Vi o céu nublado em uma manhã tão diferente. Enfim o calor deu trégua. O sol não apareceu. Um dia cinzento de inverno no meio de março.

 
Pela primeira vez em muito tempo, olhei para foto ao lado minha da cama sem sentir nada. Absolutamente. Foi como olhar para uma bela estanha qualquer, dessas que cruzam as ruas comigo todos os dias. Ela tem olhos da Marion Cotillard, pelos quais um dia eu me apaixonei. Eu ri de tudo isso. Me desprendi. A saudade foi embora. Os deuses devem gostar de mim. Me despedi. Para gaveta que eu nunca mexo, enfim aquele porta retrato se foi.

 

Não estava feliz, nem mesmo triste. Depois de tanto tempo, enfim, eu estava em paz outra vez. Sai para fotografar.

 

Fotografei o tempo e voltei pra escrever. Escrevi uma carta, uma poesia e uma canção. Em minha mente, pairava um sotaque diferente, charmoso, de alguém distante, que se faz presente na maior parte do tempo. Liguei para dizer olá já bem tarde da noite.

 

Novembro não me encanta mais. Eu espero por dezembro.

 

 

 

Ouvindo uma canção que fala por mim:

Celso Fonseca e Ana Carolina – Um Dia de Domingo

 

 

Anúncios

18 comentários sobre “LA QUIETUD

  1. lindas meias palavras. adorei o post.
    falando em carta, vc nunca me mandou aquela prometida. e falando em fotos, vc poderia criar um album em algum site para eu ver as fotos e conhecer BH, né? 😉
    bjs querido! boa semana pra vc!

  2. Peter Peter!!!!!!!!!!!!

    Isso não são meias palavras, são palavras e meias, não sei nem como não chorei, acho que não ando tão emotiva mais!!!!

    Saudade de tú! Só porque vc partiu, eu parto também… Tô saindo da Amaer, só vou lá de manahzinha, arrumo as coisas e vou embora, meus ultimos dias…

    Estou feliz, mas já sinto uma falta, uma vontade enorme de ficar, euvou pra lá as 7h da manhã e qdo saio, as pessoas ainda estão chegando, dá umaperto no peito!

    Bom, pelo menos ficarão boas lembranças e pode ter certeza que você estará nelas! Nem que seja pelas pimentinhas na hora da lanche…

    Beijos e vê se aparece! 🙂

  3. Deus do céu. É por isso que eu odeio você (cof-cof, sei, sei…).
    Escreve essas coisas e me deixa num embaraço terrível!

    E sim, devemos esperar por Dezembro. Na maior parte do tempo, reclamo que o ano está passando rápido demais. Agora é diferente, quando queremos muito que algo aconteça, demora.

    Quando criança, julgava a Páscoa e o mês de Maio os mais importantes e esperados do ano. Por causa dos chocolates e presentes de aniversário. Conversando com um amigo há quase duas semanas, ele perguntou: “Seu aniversário está chegando, vai querer o que de presente?“

    Até fiquei surpresa. Já nem me lembrava que estava tão perto. Respondi: “Só quero que Dezembro chegue logo“. Ele não entendeu. E eu sorri com o meu segredo. Mas esse é um presente que não ganhamos com facilidade, meu bem.

    Em questões de espera eu já sou muito experiente. E a Páscoa já passou. Que venha Maio e enfim… Dezembro.

    Beijos. E me ligue quando quiser.

  4. Argentino,

    Já era sem tempo! Só me decepcionei por você ainda ter guardado o porta-retrato, mas, estarei de olho no senhor durante seus dezembros!

    Perdão pelo sumiço e obrigada por ter me reencontrado.

    Juízo!
    Fique bem. Sempre.
    “AlteregA”

  5. Desta vez preciso perguntar: é auto-biográfico? Pareceu-me.

    Jorrou emoção, justamente pela falta de sentir o que antes se sentia. E tu sabes brincar com as palavras muitíssimo bem.

    Um abraço!

  6. É auto-biográfico? Pareceu-me.

    Tu sabes brincar com as palavras de forma a transformar uma história do não-sentir em sentimento puro. Brilhante!

    Um abraço!

  7. MANOELA: Vou postar aqui algumas fotos. Pode aguardar.

    RENATA: Tu sabe bem como são os dias de monografia. Estou em dívida com muitas cartas. Pode deixar que não me esqueci. Gostei da idéia de um albúm.

    ANALU: Saudades de ti também. Boa sorte. Depois, vamos marcar uma café lá na Emater para revermos os amigos.

    NINA: Olá meu bem!

    GLUTONE INSANU: Vê se não some mais, minha “alterega”. rs

    LIZZIE: É sim autobiográfico. Obrigado.

  8. e não é que o olhar lembra Marion Cotillard!
    Bom saber que velhos vicios não fazem mais vc sofrer abstinências!fico feliz em ver sua reabilitação!

    E já que você espera esse dezembro chegar…espero que ele chegue como uma leve brisa de verão… que refresca e consola!
    saudade!

  9. “o homem é movido por sonhos”… e por pesadelos, pela mentira, inveja, ganância, desejo de poder… é uma pena que os sonhos do homem possam produzir pesadelos, né?
    bjos querido…

  10. Nossa como você escreve bem! *-*
    auieuaiueuaueuaieuiau

    muito obrigada pelo comentario!
    e ah Campo Grande comanda né? o/
    aieoioiaeoiaieoia
    as pessoas são legais! ^^

    :*

  11. O lirismo de suas frases é extraordinário, sua escrita é tão real, fantástica que consigo ver imagens “As janelas estavam abertas e as cortinas balançavam suavemente, como se dançassem um balé.” E o final é tão suave, sereno “Fotografei o tempo e voltei pra escrever”. Continue escrevendo seu texto tem traços ímpares, que a escrita seja sempre auxilio, refugio e alivio.
    Um beijo e virei sua fã !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s